Home  Artigos
A Velocidade da Música nas Aulas de Step

por
Cida Conti

Ao longo dos anos, muitos têm me questionado sobre os efeitos de exceder a velocidade adequada para as músicas nas aulas de step. Estas indagações partem, normalmente, de professores que tentam seguir as diretrizes, mas que são colocados sob pressão, particularmente pelos seus alunos veteranos e afoitos. Certa vez, cheguei ao cúmulo de ouvir de um professor, que um outro profissional, companheiro de academia, lhe havia informado que as orientações técnicas haviam mudado e que agora as músicas deveriam ser bem mais rápidas do que  os 140 bpms.

Outras vezes, o pedido de ajuda vem de coordenadores e gestores de aulas em grupo que estão buscando argumentos e meios de exercer um maior controle sobre seus subordinados que desrespeitam as diretrizes estabelecidas. Eles sentem que lhes cabe a responsabilidade de fazer cumprir as regras para garantir a segurança dos seus clientes, no entanto, encontram resistência de seus professores que insistem em fazer “o que todo mundo está fazendo".

Atualmente, os fornecedores de música para step gravam seus CDs em alta velocidade, presenters de destaque sobem nos palcos das convenções para ensinar suas coreografias ao som de canções com mais de 140bpm. Então porque não aceitarmos de uma vez a “denominada evolução do mercado” e simplesmente mudarmos as regras do passado para que estejam de acordo com o que realmente está sendo feito?

Precisamos lembrar que as regras e diretrizes que foram determinadas há anos, desde o começo do step, foram baseadas em pesquisas conclusivas que estabeleceram valores para determinar o limite entre alto e baixo impacto. Nossos joelhos e articulações continuam os mesmos e as orientações não devem ser alteradas ou atualizadas apenas com base num modismo infundado. É preciso respeitar a técnica acima de tudo e preservar a saúde daqueles que entregam seus corpos em nossas mãos.

Não é provável que estas orientações para as aulas de step sejam modificadas, da mesma maneira que os limites de velocidade afixados em nossas estradas também não serão aumentados. Para aqueles que estão à procura de meios motivacionais para as próprias aulas, recomendo que busquem por outras estratégias que não coloquem em risco o bem estar de nossos alunos.

Saiba tudo sobre step em nossa certificação: www.escolafitness.com.br

 

 

Imagem7 Cida Conti
Mais de 870 cursos ministrados em 25 países
Educadora Física, International Presenter, Diretora Executiva da Escola Fitness e FIT.PRO

 
Comentários Comentários
comentários por Disqus
Box-dvd-step1